Rádio JOVEM PAN

95.7. Jovem Pan Araraquara

Ouvir

Augusto Nunes desmente fala de Bolsonaro: “ele não falou em metralhar a Rocinha”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

"Ele não falou isso, não. Sou testemunha", garantiu Nunes

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Neste domingo, o colunista do jornal O Globo Lauro Jardim publicou um texto bastante polêmico que instantaneamente viralizou na internet. Na publicação, ele relatou um suposto momento em que Jair Bolsonaro teria declarado a intenção de “metralhar” a favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, como receita para resolver o problema da segurança pública no local. Em entrevista ao Morning Show  nesta segunda (12), no entanto, Augusto Nunes contou que esteve no evento citado pelo colega e garantiu que a declaração nunca aconteceu.

“Acho que o Lauro foi induzido ao erro. Para minha surpresa, não tem registro em áudio, vídeo nem nada disso. Na verdade, o Bolsonaro se referiu especificamente ao episódio ocorrido no ano passado quando 200 traficantes fugiram com helicópteros em uma cena semelhante àquela de 2010 no Alemão. Ele falou que, nesse caso, ele procuraria a detenção dos caras e, se reagissem, a polícia deveria encarar como um confronto e usar armas de fogo se fosse preciso. Ele não falou em nenhum momento sobre metralhar a Rocinha, isso seria demais”, disse.

“Se banalizarmos essas declarações mostrando que ele radicaliza suas posições quanto à segurança pública, daqui a pouco ninguém acredita em mais nada. Ele não falou isso, não. Sou testemunha. Eu o entrevistei! A pergunta foi algo como ‘como o senhor vai fazer para efetivar essas promessas sem máquina do estado e polícia ganhando pouco?’. Aí ele disse que há casos em que a polícia podia agir e não age e citou esse caso. Acho que mencionou também o Alemão. Mas posso assegurar que não existiu essa expressão ‘metralhar a Rocinha’. O Lauro mesmo, em seguida, reproduziu uma nota enviada pela assessoria do Bolsonaro corrigindo os fatos e fazendo uma narrativa semelhante a essa que te fiz”, completou.

Tags da Pan

Comentários